Melhores leitores digitais

A leitura é um dos hábitos mais salutares. Os livros são uma grande janela para o mundo, pois a palavra escrita é um dos meios mais antigos de transmissão de conhecimento e informações. Antigo não quer dizer ultrapassado, pelo contrário. Esse tipo de publicação adentrou o mundo digital. O número de leitores que adere aos ebooks cresce a cada dia. Para ler digitalmente os livros digitais é preciso ter um e-reader. Um aparelho pequeno, mas de grande poder de armazenamento que traz diversas vantagens para o leitor.

Os dois maiores benefícios dos leitores digitais são a portabilidade e a quantidade de livros que podem ser colocados em um equipamento que pesa gramas. O volume único de *Os Miseráveis,* de Victor Hugo, por exemplo, pesa mais de 2 kg. É um calhamaço difícil de transportar, um pouco incômodo para ler e folhear.

O e-reader permite esse clássico – e tantos outros – da literatura mundial para um lado e para o outro com facilidade. Esse gadget possibilita ter uma biblioteca inteira dentro dele, dando ao amante dos livros portabilidade para levar suas leituras favoritas para onde quiser.

Em muitos casos a vantagem também é financeira. O investimento feito ao adquirir o aparelho é recompensado rapidamente. É comum que a versão digital dos livros tenha um preço mais acessível em relação ao livro físico.

Embora seja um aparelho que facilita a vida, escolher o leitor digital não é uma tarefa simples. São diversos modelos de e-readers com diferentes características. E o mais importante: os e-books são publicados em diversos formatos e cada equipamento consegue ler somente determinados tipos de arquivo, o que pesa na hora da escolha.

Para lhe dar mais segurança para adquirir um leitor digital, formulamos uma lista com os principais modelos disponíveis no mercado, as características mais marcantes de cada um e um guia completo para quem ainda tem dúvida se deve ingressar ou não no universo dos livros digitais.

Melhores leitores digitais de 2020

1. Amazon Kindle Paperwhite 8 GB à prova d’água
2. Amazon Kindle 10a Geração com iluminação embutida
3. Amazon Kindle Oasis 8GB
4. Saraiva Lev NEO
5. Saraiva Lev Fit
Amazon Kindle Paperwhite 8 GB à prova d’água

1. Amazon Kindle Paperwhite 8 GB à prova d’água

Da linha Paperwhite, esse é o e-reader mais leve e fino. Possui tela antireflexo, que possibilita uma leitura como se fosse papel, inclusive se a leitura acontecer sob a luz solar. Essa versão é aprova d’água, podendo ficar até 2 metros de profundidade na água doce por até uma hora. A armazenagem também aumentou. Agora, a capacidade de armazenamento é de 8 GB. A Amazon assegura que uma única recarga da bateria é capaz de durar semanas. O modelo também conta com cinco lâmpadas de led para a iluminação. A tela tem 6 polegadas e resolução de 300 ppi.

Ver na Amazon
Amazon Kindle 10a Geração com iluminação embutida

2. Amazon Kindle 10a Geração com iluminação embutida

O principal diferencial deste aparelho é a iluminação embutida. Essa característica permite a leitura contínua por horas. Possui tela antireflexo com resolução de 167 ppi, permitindo a leitura mesmo sob a luz solar. Esse modelo permite que trechos dos livros digitais sejam marcados, possui dicionário e ajuste do tamanho da fonte dos textos.

Ver na Amazon
Amazon Kindle Oasis 8GB

3. Amazon Kindle Oasis 8GB

Se somente as funções disponíveis fossem o suficiente para decidir qual o melhor tablet, o Kindle Oasis 8GB venceria a disputa. Esse modelo conta com maior poder de armazenamento, resolução da tela de 300 ppi, é aprova d’água e a bateria dura semanas. Também conta com uma tela de 7 polegadas, maior que os seus concorrentes Kindle. A temperatura da luz é ajustável graças aos 25 leds presentes nele. A desvantagem é o preço. Ele custa quase três vezes mais que Kindle Paperwhite.

Ver na Amazon
Saraiva Lev NEO

4. Saraiva Lev NEO

O Lev NEO está entre as melhores opções, principalmente, se o objetivo for a leitura de arquivos PDFs. Ele conta com o sistema PDF Reflow, que consegue adaptar o tamanho da página do arquivo à tela de leitura do leitor digital. Nele também é possível ler nos formatos EPUB, HTML, TXT, FB2 e DJVU. A tela é de 6 polegadas. Sua estrutura conta com botões físicos para trocar de página. Além de ter 32GB de armazenamento.

Saraiva Lev Fit

5. Saraiva Lev Fit

Os principais benefícios desse modelo é o seu tamanho. Ele é mais fino e leve. Sua capacidade de armazenamento é de cerca de 4 mil livros. Pesa somente 130 gramas. A tela e-ink dá a sensação de leitura em papel. A intensidade da luz é ajustável, mas não conta com iluminação interna. O aplicativo Lev para Android e iOS permite que livros digitais adquiridos para esse e-reader fiquem disponíveis para ser lidos em outros aparelhos, como celulares e tablets. Ele conta com o sistema PDF Reflow, que consegue adaptar o tamanho da página do arquivo à tela de leitura.

Como escolher o melhor e-reader para você

Formatos de ebook: PDF, EPUB, MOBI, AZW, IBA e outros

Os ebooks são publicados em formatos de diferentes tipos. Esse emaranhado de opções dificulta na hora de escolher o modelo ideal. Vamos listar os mais comuns de serem encontrados.

PDF: é um dos formatos mais comuns de digitalização de livros. Como ele é encontrado com muita facilidade na Internet, esse tipo de arquivo acabou se popularizando nas publicações digitais. Apesar de ter uma boa aceitação entre os usuários, ele possui uma grande desvantagem. Muitos dos modelos disponíveis não possuem o chamado reflowing. Esse é um recurso que adapta a página do arquivo ao tamanho do e-reader.

Alguns modelos mais modernos já conseguem fazer essa adaptação com os arquivos PDF, como o Lev Neo, por exemplo.

O PDF é um tipo de arquivo gratuito. Por isso, ele se tornou tão popular.

EPUB: Esse é outro formato de arquivo gratuito. Essa é a principal razão para o EPUB ser atualmente o formato mais comum para a publicação de livros digitais. Esse tipo de publicação conta com elementos interativos e também suporta vídeos completos.

Praticamente todos os e-readers e os sistemas operacionais de notebooks e desktops abrem os arquivos EPUB. O curioso é que apesar de sua popularidade, os Amazon Kindles não suportam esse formato. Para ler um livro EPUB nesse aparelho é necessário fazer uma conversão de arquivo. A exceção da regra é o Kindle Fire.

MOBI: Esse formato é de propriedade da Amazon, que comprou os seus direitos em 2005. Ele possui algumas ferramentas interessantes. Entre elas está a possibilidade de ser possível adicionar páginas em branco à publicação e realizar anotações.

A principal desvantagem deste formato é que ele é publicado com a extensão GIF, que utiliza uma gama reduzida de cores. Por outro lado, essa característica gera um arquivo de tamanho menor, facilitando a leitura em equipamentos com baixa capacidade de processamento.

O AZW também pode vir em sua versão atualizada, o AZW3. Assim como Mobi, é de propriedade da Amazon. Ele surgiu junto com a criação do Kindle, em 2007.

Ao baixar um e-book no site da Amazon, o arquivo virá em uma dessas duas extensões. Esse formato é muito similar ao EPUB e Mobi. O AZW é capaz de suportar publicações mais dinâmicas, que utilizam vídeos e áudios. Nem todos os leitores digitais suportam esse tipo de arquivo, mas sistemas operacionais como Android, iOS e aplicativos de e-books como Caliber e Alfa também rodam esse formato.

IBA: Esse é o tipo de extensão criado para iBooks da Apple. Ele é bastante parecido com o EPUB. Porém, para rodar, ele precisa de um aplicativo específico da Apple Books. Em outras palavras, não são todos os e-readers que conseguem fazer a leitura desse formato de arquivo.

Ele suporta a execução de áudio, elementos de interatividade e vídeos.

Um alerta importante. Não confundir o iBooks com o iTunes. Caso você adquira um livro no iTunes, a publicação será no formato EPUB.

Ainda estão disponíveis mais alguns tipos de formatos em que são publicados ebooks. Porém, eles são usados em e-readers mais expecíficos.

Os arquivos LRS, LRF e LRX são de propriedade da Sony. Porém, a empresa já parou a publicação de ebooks com estas extensões.

O FB2 tem origem russa. Ele utiliza a linguagem XML. É um arquivo que ocupa pouco espaço e pode ser convertido em outro formato de maneira fácil.

Por fim, o DJVU. Também consegue gerar aquivos que ocupam pouco espaço no disco rígido. Ele é muito utilizado dentro da comunidade científica.

Capacidade armazenamento em GB

A capacidade de armazenamento deve ser a menor das preocupações de quem está em busca de um leitor digital. Um livro eletrônico tem tamanho pequeno. Todos os modelos possuem uma quantidade de memória capaz de armazenar milhares de ebooks.

Mesmo assim, caso você queira ter uma extensa coleção de livros digitais e ocupe toda a memória do aparelho, é possível comprar um cartão de memória para complementar a sua necessidade.

Iluminação interna

Essa é uma dos mais importantes recursos a serem considerados na hora de escolher um e-reader. Sem um modelo com uma boa iluminação interna, o usuário ficará limitado a ler em locais com boa luz. Sem esse recurso, é impossível ler no escuro.

Alguns modelos possuem sistemas de iluminação sofisticados. Os aparelhos mais atuais conseguem fazer com que a luz que ilumina a tela não seja direcionada para os olhos do leitor.

Tamanho da tela

Se comprados a um tablet, os e-readers possuem telas menores. Os modelos mais populares apresentam visores de 6 polegadas. Um tamanho menor do que esse já dificulta a leitura. Alguns têm tela de 7 polegadas. Também estão disponíveis modelos maiores, com telas de 10 poelgadas.

Outro fator a ser considerado quando o assunto é tela, é a utilização da tinta eletrônica. A e-ink dá ao leitor a sensação de estar letras impressas em um papel.

O TFT também é outro modelo de tela que possui admiradores. Ela permite a utilização de cores, além de permitir que o leitor digital seja utilizado como um tablet. Porém, deixa a visão cansada com facilidade.

Bateria

Esse é outro quesito que não deve tirar o sono do leitor. Os e-readers são muito econômicos em relação à energia. A carga tem capacidade para durar vários dias. O gasto de energia só é mais elevado caso o leitor digital tenha tela colorida.

Marcas: Kindle (Amazon), Lev (Saraiva), Sony e Onyx Boox

A quantidade de fabricantes de e-readers não é muito vasta. Poucas empresas se arriscam nesse setor. Entre as mais conceituadas estão Kindle, da Amazon, Lev, da Saraiva, e os modelos fabricados por Sony e Onyx Boox.

Embora mais populares, Kindle e Lev têm como desvantagem rodarem apenas livros digitais comprados nas livrarias de suas fabricantes.

FAQs - leitores digitais

📗 Qual é o melhor leitor digital?

O modelo mais completo é o Kindle Oasis 32GB. É leitor digital com a maior quantidade de recursos, como maior capacidade de armazenamento, maior quantidade de leds, ser aprova d’ àgua e tem uma tela de 7 polegadas, maior do que a dos seus principais concorrentes. Porém, custa muito mais caros que outros leitores digitais.

📗 O que é um e-reader?

O e-reader é um aparelho que serve como leitor de livros digitais (ebooks). Outra característica marcante é conseguir armazenar uma grande quantidade de livros em um aparelho pequeno e leve.

📗 O que é um Kindle?

O Kindle é um dos leitores digitais mais populares. O aparelho tem diversos modelos e é fabricado pela Amazon. A loja virtual da gigante americana possui mais de 3 milhões de publicações disponíveis em formato digital. Ele é compatível com as extensões MOBI, PDF, TXT, DOC, DOCX, HTML e imagens através de conversão.

📗 O que é um Lev?

O Lev é o principal concorrente do Kindle no Brasil. Ele é vinculado à livraria Saraiva. Os formatos suportados pelo Lev são: EPUB, PDF, HTML, TXT, FB2, GIF, PNG, JPEG, BMP, ICO, TIF, PSD.

📗 Lev ou Kindle?

As duas linhas de e-readers mais populares no Brasil possuem uma grande variedade de modelos, que vão de versões mais básicas até as mais sofisticadas, com diversos recursos. Em relação ao tamanho e peso, os dois são parecidos. Entre as principais diferenças está a velocidade de processamento. Nesse quesito, o Kindle leva vantagem em relação ao Lev. Quando o tema é a resolução da tela, o aparelho da Amzon também sai na frente.

📗 Como escolher um leitor digital?

São vários modelos à disposição de aparelhos no mercado. A grande variedade pode dificultar a vida do leitor na hora de escolher qual comprar. O principal fator para ter em mente é saber as suas necessidades e ver qual gadget se encaixa mais ao seu perfil. Entre os principais pontos que devem ser levados em consideração está a loja você costuma comprar o seus e-book. Se você comprar seus livros digitais na Amazon, é preciso ter softwares ou e-readers fabricados pela empresa americana. O mesmo acontece com o Lev, na Saraiva. Preste atenção em quais são os recursos disponíveis para cada modelo. Alguns quesitos a serem levados em consideração são: regulação da iluminação, tamanho da tela, se o aparelho é a prova d’água.

📗 Qual o melhor Kindle custo-benefício?

Neste ranking escolhemos o Kindle Paperwhite 8 GB como o melhor e-reader de 2020. O principal fator para esse modelo ocupar o topo da lista é o seu custo-benefício. Embora tenha menos recursos se comparado ao Kindle Oasis, seu preço é quase três vezes menor. Isso o torna uma excelente posição para quem busca um equipamento de qualidade com um preço mais acessível.